Não se Constrói o SUS com Xenofobia! Em solidariedade aos médicos estrangeiros!

As cenas do protesto realizado ontem na escola de saúde pública do Ceará nos remete a tempos terríveis, onde o preconceito, o racismo e a xenofobia eram naturalizadas.

Não somos porta-vozes do governo, nem muito menos defensores de suas políticas. Somos contrários ao pacote geral apresentado pelo Governo Dilma para saúde. Nesse pacote, não há nada de combate a privatização do SUS, não há investimento real na atenção primária a saúde, não há nenhuma sinalização para mudança da formação dos profissionais de saúde. E ainda reduz os problemas de saúde a falta de médicos. Portanto, o programa não passa de mais do mesmo. (veja a nota do nosso setorial na integra em http://www.psolsaude.com.br/52)

Entretanto, não há o que justifique a forma de protesto de ontem. Defendemos o direito à revolta, o direito a indignação, mas não há como defender xenofobia e racismo. Se o ódio aos médicos cubanos (ou de qualquer lugar que seja) foi uma materialização ao ódio ao Governo, dizemos: é um erro! Não são os profissionais os responsáveis pelo programas do governo. Será que haverá o mesmo com os médicos brasileiro que aderiram aos programa Mais Médicos? Se o ódio aos médicos cubanos é porque são de Cuba, negros ou afins, apenas uma palavra: absurdo!

O grito de escravos é de envergonhar a história do movimento abolicionista, que teve cearenses como o Chico da Maltide, o Dragão do Mar. Se de fato há escravidão, não é a postura hostil contra os médicos que resolverá.

Não se constrói o SUS público, equânime e voltado para as necessidades da população brasileira com tais ações.

Toda a solidariedade aos médicos cubanos!

Toda luta pelo SUS e contra as ações do Governos!

Setorial de Saúde do PSOL

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with Facebook

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>